sexta-feira, 8 de agosto de 2014

JOGO DA GARRAFA

O mais legal desse jogo é a sua versatilidade. Ele pode ser feito de diversas maneiras e adaptado a diferentes níveis de dificuldade para atender as necessidades da turma. Para fazer é só colocar palavras, letras, figuras e até pequenos objetos dentro de um recipiente transparente como garrafas de refrigerante, água ou frascos de produtos de higiene que acabariam indo para o lixo. As palavras ou objetos tem que ficar escondidos no meio de algo miúdo, como arroz, pedacinhos de papel, E.V.A., canudinhos cortados...o material que tiver à disposição, é só usar a criatividade e testar.
Os alunos do ensino fundamental gostam de brincar com essas garrafas, funciona super bem com as crianças pois é um caça palavras diferente do que elas estão acostumadas. Podemos fazer vários iguais para a sala usar em uma aula, ou utilizar modelos diferentes sobre o mesmo tema. Também é interessante deixar alguns com vocabulário que eles já conheçam ou estejam estudando à disposição daqueles que, por exemplo, já concluíram a tarefa da aula. É importante deixar uma tabela para ser entregue após a conclusão da tarefa para que eles possam conferir depois as respostas.
Fiz estes com restinhos de E.V.A. que iriam para o lixo.  Com esta quantidade é fácil encontrar as palavras.

É importante deixar claro o quê os alunos terão que encontrar em cada garrafa.
tabela com respostas
Caso a turma já esteja num nível mais avançado ou domine bem a leitura, podemos colocar letras para que formem as palavras. Um jeito mais fácil é  dizer quantas palavras tem na garrafa, e deixar que eles procurem. Se estiverem separadas por tema, mais fácil ainda. As letras de cada palavra devem estar separadas por cor, quando a palavra tiver a mesma letra mais de uma vez  coloca-se o número, por exemplo A2.  Quando queremos complicar um pouco mais, podemos misturar temas ou não marcar a quantidade de letras repetidas. Agora, se sua turma estiver muito bem mesmo, coloque as letras sem marcação e deixe que eles montem quantas palavras conseguirem livremente.

Escrevi as palavras duas vezes no sulfite para colar sobre um papel mais firme de ambos os lados, assim a visualização fica mais fácil.

Também colei as imagens sobre a cartolina e recortei para que não dobrassem facilmente dentro da garrafa, o que poderia dificultar a visualização.
Quem desejar fazer a das frutinhas, tem a imagem ao lado.

EDUCAÇÃO INFANTIL:
Para alunos da educação infantil é possível usar esse recurso mas focando no caráter imagético. É só utilizar pequenos objetos ou desenhos e deixar que eles procurem. Por exemplo, colocar animais domésticos e orientá-los para quando achar um animal dizer o nome em inglês. Claro, tudo depende do nível da sua turminha, aqui vão algumas sugestões:  Se achar que será difícil para eles lembrarem os nomes dos animais, diga antes. Mostre a garrafa e fale que ali dentro tem algumas surpresas. ‘Aqui dentro tem um dog! Um cachorro, um dog!, também tem um cat!, um gato...quem será que vai conseguir achar todos?’ Pode ter muitos animais diferentes, ou poucos animais mas repetidos, só que em cores diferentes. E aí em um momento você pode focar no vocabulário dos animais e em outro, nas cores. Também pode ter muitos cachorros e apenas alguns gatos, então a criança deve falar ‘cat!’ quando encontrá-los. Ou ter muitos cachorros ou gatos e no meio apenas alguns animais selvagens, como um elefante, um leão e um macaco. Se preferir, você pode usar apenas círculos coloridos misturados no arroz branco para trabalhar cores. É um dos modos mais fáceis. A cada chacoalhada a criança tem que falar o nome de uma cor que aparecer. Ou então coloque, por exemplo,  círculos amarelos e apenas alguns azuis, quando a criança achar o azul deve falar ‘blue!’, assim, focamos um vocábulo apenas.


Aqui o modelo pra quem quiser imprimir.

Quanto mais “recheio” mais difícil de encontrar os objetos, no entanto, mesmo que você queira que seja bem difícil  deve haver uma folguinha.

O arroz cumpre muito bem a função de encobrir e descobrir imagens e palavras por ser miudinho e deslizar com facilidade, mas nada impede que você utilize outros materiais, até um pouco maiores como bolinhas de crepom, é só testar e verificar se o resultado fica satisfatório para seu objetivo.


Algumas dicas:
-Às vezes a garrafa de refrigerante fica com a marca da cola do rotulo, é até grudento e difícil de sair apenas com detergente. Esfregar um algodão com um pouco de acetona remove tudo.
-Quer colocar um objeto na garrafa mas não passa pelo bocal? Corte a garrafa coloque tudo e emende com outro fundo com aquelas fitas durex largas transparentes, elas aderem bem e por serem transparentes não vão atrapalhar ou ficar feio. Além do que, se preferir você ainda pode enfeitar passando por exemplo, uma faixinha de E.V.A. por cima.
-Cole a tampa das garrafas, principalmente se for usar com o fundamental l.  sempre vai ter um aluno sem graça que vai tentar abrir e aí vai ser uma bagunça com todo esse material miudinho esparramado pela sala.
-Se escolher usar arroz mas quiser dar uma cor é só usar um pouco de corante. Deixe secar muito bem e espalhado antes de colocar dentro da garrafa. A cor ficará mais clara e não tão uniforme mas fica bonito.

Tem mais alguma sugestão para esse jogo? Me conta!

BYE!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário